Supervisor de manutenção

Edi*** ***** (XX anos)
Supervisor de Manutenção em Cargill Agricila S/A
UNIP
Hortolândia,
São Paulo
Experiência
Supervisor de Manutenção
Cargill Agricila S/A
jun 2016 - set 2017
Planejamento e rotina de manutenção;
 Realizar (budget fore cast) orçamento empresarial;
 Contratar novos fornecedores estratégicos;
 Orçar máquinas e equipamentos para aquisição;
 Propor e executar melhorias em novos projetos;
 Gerenciar, atualizar e treinar a equipe de operação e
manutenção;
 Liderar equipe de colaboradores e terceiros;
 Analisar propostas e aprovações junto aos clientes e
fornecedores.
Engenheiro Industrial
Pereira Laudos e Perícias
ago 2014 - abr 2016
 Prestação de serviços e Licitação;
 Execução de obras Públicas e Privadas;
 Orçamentos, Projetos, Laudos, Inspeções;
 Perícias e serviços correlatos à Engenharia
Mecânica, Produção e Manutenção;
 Cursos, Treinamentos e Obras.
Atendimento às empresas:
 Solaris Equipamentos e Serviços S/A - Supervisor de Manutenção Geral
 Selmi Pastificio S/A – Engenheiro de Manutenção Geral
Supervisor de Manutenção Industrial
Magneti Marelli
dez 2012 - jul 2014
Implantação da Metodologia WCM;
 Líder Pilar de AM- Manutenção Autônoma;
 Líder Pilar de PM- Manutenção Profissional;
 Planejamento e rotina de manutenção;
 Realizar (budget fore cast) orçamento empresarial;
 Contratar novos fornecedores estratégicos;
 Orçar máquinas e equipamentos para aquisição;
 Participação na Implantação do LEAN
MANUFACTURE, KAIZEN, TPM.
 Elaboração de Indicadores gerenciais: MTBF,
MTTR, MDO e OEE.
 Gerenciar, atualizar e treinar a equipe de operação e
manutenção;
 Liderar equipe de colaboradores e terceiros.
Coordenador de Manutenção Geral
Ph Fit
ago 2011 - nov 2012
Planejamento e rotina de manutenção;
 Realizar (budget fore cast) orçamento empresarial;
 Contratar novos fornecedores estratégicos;
 Orçar máquinas e equipamentos para aquisição;
 Gerenciar, atualizar e treinar a equipe de operação e
manutenção;
 Elaboração de Indicadores gerenciais: MTBF,
MTTR, Disp, Indis, Dow- time, Up-time e OEE.
 Liderar equipe de colaboradores e terceiros.
Engenheiro de Manutenção
Amsted Maxion
fev 1987 - abr 2011
Analisar propostas e aprovações junto aos clientes e
fornecedores;
 Orçar máquinas e equipamentos para aquisição;
 Realizar (budget fore cast) orçamento empresarial;
 Contratar novos fornecedores estratégicos;
 Confeccionar contratos e conferências;
 Levantar e monitorar consumo de gases;
 Atualizar e treinar a equipe de operação e
manutenção;
 Acompanhar linha de produção juntamente com a
equipe de manutenção;
 Liderar equipe de colaboradores e terceiros;
 Participação na Implantação do LEAN
MANUFACTURE, KAIZEN, TPM e SIX SIGMA;
 Planejamento e rotina de manutenção.
o Técnico de Produção (1998 – 2005)
 Coordenar área de fabricação e montagem no
desenvolvimento de novos produtos;
 Otimizar, viabilizar e maximizar novas linhas para
produção;
 Fabricar dispositivos e gabaritos;
 Acompanhar tray out ferramental de novos
produtos;
 Atuar na área de fundição no ganho de tempo em
usinagem e aplicabilidade de ferramentas ideais;
 Planejar, programar e distribuir operações para
máquinas;
 Implantar melhorias para dispositivos e
equipamentos de produção;
 Maximizar e otimizar lay out visando ergonomia e
produtividade.
o Mandrilador Fresador Ferramenteiro (1994 – 1998)
 Operar máquinas operatrizes (CNC);
 Fabricar ferramentas e dispositivos para estamparia;
 Confeccionar chapelonas para corte e furação;
 Usinar peças fundidas em geral;
 Desenvolver dispositivos para ferramentaria e
usinagem;
 Liderar equipe de usinagem;
 Distribuir tarefas operacionais em máquinas
operatrizes;
 Traçar e desenvolver ferramentas para corte e
dobra.
o Operador de máquinas de Usinagem (1991 – 1994)
 Operar máquinas de usinagem de produção;
 Torno mecânico horizontal e vertical;
 Fresadora;
 Furadeira radial;
 Madriladora.
o Caldeireiro (1988 – 1991)
 Fabricar tubulações e estruturas metálicas em geral;
 Desenvolver novos produtos para produção;
 Processar solda, dobra e corte oxi-acetilênico;
 Traçar e planificar;
 Desenvolver dispositivos para ferraria;
 Operar prensas, dobradeiras, tesouras guilhotinas;
 Tratamento térmico.
o Aprendiz de SENAI (1987 – 1988)
 Aplicar teoria e prática;
 Trabalhar em grupo;
 Organizar local de trabalho;
 Ler e interpretar desenhos;
 Auxiliar controle de produção;
 Atualizar sistema Kanban.
Formação
Engengaria de Produção Mecânica
UNIP
fev 2006 - dez 2010

            
            
Tecnologia Mecânica
FIC
fev 1995 - dez 1998

            
            
Tecnico em Mecânica
ETEC
fev 1989 - dez 1992

            
          
Idiomas
Inglês - Intermediário
Italiano - Basico
Informações Adicionais
Cursos
Caldeiraria – SENAI
o Tornearia Mecânica – SENAI
o Desenho Técnico Mecânico – SENAI
o Ferramentaria – SENAI
o Prog. e Oper. de Torno e Fresadora (CNC)-SENAI
o PCM- Planejamento e Controle de Manurtenção
o Lubrificação – Shell do Brasil
Treinamentos:
o Brigada de Incêndio - SENAI
o Lubrificação - Shell do Brasil
o Software: Logix - Totvs - Eudora - SIGIP- AKB -
Engeman- SIS
o Six Sigmas: Green Belt, 5S e Kaizen
o Formare: Professor Colaborador
Capacitações:
o Qualidade ISO 9000 – 9001 – 9002 – 14000 -
14001 / QS 9000 / QSB / CQI / TS
o Operador de Ponte Rolante / Talha Mecânica /
Elétrica – SENAI
o NR 10 – SENAI/NR 35- Cargill
Idiomas:
o Inglês Intermediário – cursando Fisk
Informática:
o Office – Domínio
o Software: Logix - Totvs - Eudora - SIGIP- AKB - Engeman- Mantec- SIS
PDF